Invista

Assine nosso boletim de notícias

Pilares

1. Unidade do Corpo de Cristo

A MCM visa promover unidade entre as igrejas, respeitando a visão, governo e identidade de cada ministério. Somos um corpo, trabalhamos para o mesmo Reino e, por isso, precisamos seguir o modelo de unidade que Jesus tinha com o Pai: “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste” (João 17.21). 


2. Relacionamentos Ministeriais

O livro de Atos dos Apóstolos revela o perfeito modelo de funcionamento da Igreja, como um Corpo, onde as pessoas viviam livres, mas não independentes ou isoladas umas das outras. A MCM difunde essa visão, a de que ninguém deve andar sozinho, mas sim, desenvolver relacionamentos ministeriais, pois eles trazem proteção, crescimento e edificação.



3. Povos não Alcançados

O principal objetivo da MCM é fazer o nome de Jesus conhecido entre os povos não alcançados da Terra. Deus prometeu abençoar cada tribo, língua, povo e nação através do filho de Abraão, e as últimas palavras de Jesus antes de voltar para o Pai foram: “Confins da Terra” (Atos 1.8). Portanto, a responsabilidade e a missão final da Igreja é levar as Boas Novas de Salvação a todos aqueles que ainda não foram alcançados.


4. Atos de Justiça

Esse é um dos pilares mais importantes da MCM, pois a vestimenta fundamental da Noiva para as bodas do Cordeiro são seus atos de justiça. “Pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos” (Apocalipse 19.8). A Igreja foi chamada para: repartir o pão com o faminto, dar de beber ao sedento, cobrir o nu, recolher em casa os pobres desabrigados, lutar contra a violência e a escravidão sexual de crianças, abrigar os órfãos e cuidar das viúvas.