Invista

Assine nosso boletim de notícias

Mulheres Rohingyas


As forças armadas birmanesas praticaram “sistematicamente” estupros coletivos de mulheres rohingyas, declarou uma representante especial da ONU que reuniu depoimentos no sudeste de Bangladesh, onde se refugiaram centenas de milhares de membros desta minoria muçulmana.

Segundo Pramila Patten, representante especial do secretário-geral da ONU encarregada de investigar a violência sexual contra as mulheres rohingyas, estes estupros coletivos fazem parte de “um esquema de atrocidades em grande escala” dirigido “sistematicamente contra as mulheres e as jovens rohingyas devido à sua etnia e religião”.

ORAÇÃO FUNCIONA!

• Interceda para que essa violência cesse e para que toda essa situação do povo rohingya contribua para o conhecimento da pessoa de Jesus.

Fonte: Portal G1