“Campos de reeducação” na China


No noroeste da China, uma região predominantemente muçulmana, existem campos de reeducação, que podem receber diferentes nomes, como centro de estudos ou centro de transformação da mente.

É um lugar onde as pessoas são forçadas a aprender educação política tendo o comunismo como base. Dezenas de cristãos ex-muçulmanos e quase todos os líderes foram levados para tais campos.

Eu não sei onde meu marido está agora, mas acredito que Deus ainda o use em prisões ou acampamentos. Às vezes eu ficava com medo que ele não tivesse roupas suficientes para se aquecer”, diz a esposa de um líder cristão ex-muçulmano.

Clame para que os cristãos perseguidos enviados a esses campos e suas famílias permaneçam fiéis ao Senhor, apesar das complicações e do ambiente hostil que enfrentam.

Que mais cristãos sejam usados por Deus para consolar e cuidar (material e espiritualmente) das famílias que sofrem com a perda de um parente enviado aos campos.

Fonte: Portas Abertas

Compartilhe