NOTÍCIAS DO CAMPO

O que dizer desse povo? | Moçambique


O que dizer desse povo?

Um povo que vive diariamente inúmeras dificuldades, desde o dia do nascimento, que carrega no rosto marcas de histórias de gerações passadas; que sofre debaixo de um sol escaldante, que padece com dores pelo corpo, com a precária alimentação e com a escassez de um líquido precioso – a água.

Muitos até plantam, mas não consomem o fruto do seu trabalho, pois vendem a fim de ganhar uma renda melhor e sustentar a família. Eles parecem escravos da própria falta de recursos; andam de um lado ao outro, carregando lenhas, carregando os filhos nas costas, em busca de sobrevivência.

O descaso dos governantes é vergonhosamente escancarado (eles vivem bem a custa do povo!). Não há saneamento básico, e em muitos lugares não há energia; a saúde pública não é tão pública assim, pois é necessário pagar pelos medicamentos.

Sem falar no descaso com a educação das crianças. É comum vermos meninos e meninas de 11 anos sem saber ler nem escrever. Nos vilarejos, as meninas são praticamente obrigadas a se entregar aos homens (seja da família ou não) após a primeira menstruação.

Tenho a impressão que elas existem apenas por causa do sexo e muitas vezes elas trabalham mais que os homens (pegando lenha, água, cuidando dos filhos, vendendo alguns produtos). Essa situação faz com que muitas morram cedo e deixem seus filhos órfãos, sendo que os pais não se preocupam em se responsabilizar pelas crianças. É comum vermos órfãos morando nas ruas ou na casa de parentes sendo feitos de escravos!

Em meio a esse caos, um sorriso branco surge. Eles se divertem sem tecnologia, sem reclamar. Uma chama de esperança se acende em mim: posso ser a resposta e posso ser agora! Igreja brasileira, você tem muito, chegou a hora de dividir tudo que recebemos com os povos não alcançados!

 

Michele Araújo
MCM Moçambique


FALE CONOSCO (+55) 62 3505-7872 | (+55) 62 3505-1715
ENDEREÇO RUA SANTO ANTÔNIO, 230, CENTRO, TRINDADE - GO CEP 75388-769